10 dicas para tratar o inchaço nos pés

Doutor Já Redação

Causas para o inchaço nos pés

O excesso de inchaço nos pés e tornozelos é causado pelo líquido retido nos tecidos do corpo, isto é chamado de edema. Podendo estar localizado em qualquer parte do corpo.

O inchaço é comum após comer alimentos salgados e ficar sentado na mesma posição por muito tempo. Algumas pessoas também podem experienciar o inchaço devido a mudanças hormonais. Porém, essas não são as únicas causas do inchaço nos pés.

O diabetes também pode causar edema ou inchaço nos pés e tornozelos. O inchaço em pessoas com diabetes ocorre geralmente por causa de fatores associados ao diabetes, como, por exemplo:

  • Obesidade
  • Má circulação
  • Insuficiência venosa
  • Problemas cardíacos
  • Problemas renais
  • Efeito colateral de medicações

Em raros casos, o edema pode ocorrer devido ao tomar grandes quantidades de insulina.

Não tem plano de saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já

Diabetes e inchaço nos pés

O diabetes é uma condição na qual o corpo não produz insulina suficiente. A insulina é um hormônio secretado pelo pâncreas e ajuda as células a absorverem o açúcar.

Se o seu corpo não usar a insulina adequadamente, altos níveis de glicose podem se acumular no sangue. Sem tratamento, elas podem danificar o revestimento de vasos sanguíneos menores. Essa danificação pode resultar em má circulação sanguínea.

Quando o seu sangue não circula adequadamente, os fluidos ficam presos em certas partes do seu corpo, como pernas, tornozelos e pés.

Se você tem diabetes, devido a uma tendência de cicatrização lenta, o inchaço nos pés também pode ocorrer após uma lesão no pé ou tornozelo.  

Além disso, pode levar à dormência ou inchaço, que faz com que seja mais difícil detectar lesões, como torções, fraturas e cortes.

Se você tem diabetes, é importante checar o seu pé frequentemente para ver se não há cortes, hematomas e outras lesões. É importante que seu médico veja se há problemas circulatórios ou danos nos nervos nas suas extremidades inferiores. Uma vez que o edema pode desencadear problemas nos rins, coração ou doença hepática.

Se você está tendo inchaço devido ao diabetes, aqui estão 10 dicas para ajudar a lidar com o fluido no seu pé.

1)Use meias de compressão

As meias de compressão ajudam a manter a quantidade certa de pressão nos seus pés e pernas. Isso pode melhorar a circulação sanguínea nos seus pés e reduzir o inchaço.

Você pode comprar meias de compressão na farmácia ou em lojas de materiais médicos. Essas meias estão disponíveis em diferentes níveis, incluindo suave, médio e alto.  

É importante que as meias de compressão não estejam apertadas demais, então, comece com a de compressão suave e aumente o nível de compressão se for necessário. Uma meia de compressão que for muito apertada pode, na verdade, impedir a circulação. Também é importante que não sejam colocadas em cima de feridas ou machucados abertos.

Use-as como meias normais durante o dia e tire-as antes de dormir. Converse com o seu médico para saber se você precisa usá-las em uma ou nas duas pernas.

Você também pode usar meias de compressão em aviões se você tem a propensão de inchar.  Para checar se isso é o melhor para você, converse com o seu médico.

2) Eleve os seus pés

Elevar os seus pés a um nível acima do coração também pode ajudar a reduzir a retenção de fluidos na parte inferior do seu corpo.

Você pode elevar os seus pés enquanto estiver sentado no sofá ou deitado na cama. Use travesseiros para manter a perna apoiada, um travesseiro de elevação do pé ou uma pilha de livros.

Se você está sentado à mesa e não pode manter os seus pés acima do nível do coração, usar um pufe pode ajudar a fornecer certo alívio do inchaço. A postura das pernas na parede da yoga também pode ajudar. Aqui está como fazê-la:

  1. Deite de costas e posicione suas nádegas o mais próximo possível da parede.
  2. Enquanto estiver deitado, levante as pernas e coloque-as contra a parede.
  3. Mantenha essa posição por cerca de 5 a 10 minutos.

3) Faça exercícios regularmente

Não ser ativo pode aumentar o inchaço nos seus pés. Faça um esforço para se movimentar o máximo possível ao longo do dia. O exercício não apenas ajuda no gerenciamento do peso e na melhora do açúcar no sangue, como também promove a circulação sanguínea e reduz o inchaço.

Escolha exercícios sem peso, como natação, ciclismo e caminhada. Tenha como meta 30 minutos de exercício na maioria dos dias da semana.

4) Perda peso

Perder peso também ajuda a reduzir o inchaço nas extremidades inferiores. Os benefícios de manter um peso saudável incluem menos dores nas juntas, menor risco de doença cardiovascular e, assim, será mais fácil manter um nível de açúcar sanguíneo normal.

5) Se hidrate

Se o seu corpo retém fluidos, beber mais água pode parecer errado. Mas, quanto mais líquido você ingerir, maior a quantidade de fluidos que você vai expelir através da urina.

Além disso, o corpo segura uma quantidade maior de água quando você está desidratado. Tenha como objetivo 8 a 10 copos de água por dia para melhorar o inchaço.

Atenção! Algumas vezes, se o edema for causado devido a problemas cardíacos ou hepáticos, o seu médico pode aconselhar uma restrição na quantidade de fluidos que você ingere.

6) Limite o sal

Comer muitos alimentos salgados também pode piorar o inchaço. Ao invés de utilizar o sal, cozinhe com ervas, como:

  • Pó de alho
  • Orégano
  • Alecrim
  • Tomilho
  • Páprica

Para diminuir a ingestão de sal, coma mais frutas frescas e vegetais, não compre alimentos processados e procure produtos enlatados com baixo teor de sódio.

7) Levante-se e mova-se a cada hora

Permanecer sentado por longos períodos também pode aumentar o inchaço. Tente levantar pelo menos uma vez a cada hora e faça uma pequena caminhada de 3 a 5 minutos para promover a circulação sanguínea.

8) Suplementos de magnésio

O magnésio é um nutriente que ajuda a regular o funcionamento dos nervos e os níveis de açúcar no sangue. A retenção de fluidos ou inchaço pode ser um sinal de falta de magnésio.

Antes, fale com seu médico se você toma outros medicamentos ou tem problemas de saúde.

Tomar grandes quantidades de um suplemento dietético de magnésio pode causar diarreia, cólicas estomacais e náusea. Complicações graves da suplementação incluem batimentos cardíacos irregulares e parada cardíaca.

Se você tem doença renal crônica, a suplementação pode causar um acúmulo de magnésio no seu sangue, o que pode levar à fraqueza muscular.

9 )Experimente óleos essenciais

A aplicação tópica de certos óleos essenciais também podem melhorar a circulação sanguínea. Por exemplo, o óleo de lavanda ajuda a melhorar a circulação sanguínea e a reduzir os edemas.

Outros óleos essenciais que podem reduzir o inchaço são o hortelã-pimenta, camomila e eucalipto, embora não haja pesquisas suficientes para comprovar a eficácia desses remédios.

10) Mergulhe seus pés no sal de Epsom

O sal de Epsom é um composto de sulfato de magnésio que ajuda a aliviar a dor e a reduzir o inchaço nos pés.

Encha uma bacia ou banheira com água e coloque um pouco de sal de Epsom (na água). Molhe seus pés por cerca de 15 a 20 minutos.

Se você tem neuropatia diabética, certifique-se de testar a temperatura da água com as mãos primeiro para evitar lesões no pé.

Quando procurar o médico?

Se o inchaço for recente, se estiver piorando ou se for generalizado, procure o seu médico. Ele pode diagnosticar a sua condição e determinar quais remédios caseiros podem funcionar.

O inchaço numa pessoa com diabetes pode ser causado por uma condição associada ao diabetes, como:

  • Insuficiência venosa
  • Obesidade
  • Insuficiência cardíaca
  • Problemas de fígado ou rim
  • Linfedema
  • Efeito colateral da medicação,
  • Baixos níveis de proteína

Procure o seu médico se um inchaço nos pés, pernas ou tornozelo não melhorar com os remédios caseiros.

Você também deve procurar o médico se tiver um inchaço em apenas um lado do corpo. Isso pode ser um sinal de trombose, causando dor, inchaço ou não apresentar nenhum sintoma.

Além disso,certifique-se de verificar seus pés regularmente para ver se há feridas, evitando  infecções. Se você tem feridas, úlceras ou bolhas que não cicatrizam, consulte um médico.

Não tem plano de saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já

F