Asma grave: 10 maneiras de melhorar o sono

Doutor Já Redação

Como a asma grave afeta o sono

A asma grave não apenas dificulta o sono, mas ela pode acordar você no meio da noite. Sintomas como, tosse, chiado e falta de ar, fazem parte dessa condição. A asma noturna também pode se desenvolver, o que significa que os seus sintomas pioram à noite.

Outras razões para a sua asma piorar à noite são:

  • Fluxo de ar reduzido quando você deita
  • O catarro pode acumular-se na sua garganta quando você deita
  • As defesas anti-inflamatórias do seu corpo diminuem quando você dorme, resultando em um inchaço dos seus pulmões e estreitamento das vias aéreas
  • Alérgenos no seu corpo
  • Outras condições de saúde que pioram os seus sintomas de asma, incluindo rinite alérgica, obesidade, refluxo gastrointestinal ou apneia do sono obstrutiva

Ajustar a sua rotina noturna pode ajudar a ter uma melhor noite de sono mesmo com asma grave. Porém, o fator mais importante é administrar a sua asma e as condições de saúde relacionadas diariamente.

Aqui estão algumas dicas para melhorar o sono, mesmo vivendo com asma grave.

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!

1) Controle a asma quando estiver acordado

Administrar a sua asma é fundamental para ter uma boa noite de sono.

Sempre siga o plano de tratamento recomendado pelo médico, para controlar os seus sintomas durante o dia e noite. O plano pode incluir usar um inalador preventivo, evitar coisas que desencadeiam a asma grave e tomar qualquer outra medicação.

É importante usar um inalador ou outras medicações na hora exata em que o seu médico recomendar.

Fique sempre atento ao seu plano de tratamento e registre qualquer sintoma inesperado que ocorra durante o dia ou noite. Compartilhe essa informação com o seu médico se for necessário.

2) Procure um diagnóstico para uma condição de saúde relacionada

Pergunte ao seu médico sobre qualquer outra condição de saúde que possa estar interferindo no seu sono.

Por exemplo, você pode ter apneia obstrutiva do sono (SAOS) se você tem asma. Em um estudo, pesquisadores descobriram que as pessoas que vivem com asma grave estão em um maior risco de desenvolver apneia obstrutiva do sono.

Essas condições podem interferir no seu sono. O seu médico pode recomendar um plano de tratamento para reduzir os sintomas relacionados a outras condições de saúde.

3) Reduza ou elimine os alérgenos do seu quarto

O seu quarto pode estar cheio de alérgenos. Os seguintes podem desencadear os seus sintomas de asma:

  • Seus travesseiros, colchões e carpete ou tapete podem conter ácaros.
  • Você pode ter um animal de estimação que gosta de passar mais tempo no seu quarto, e seu pelo pode provocar asma.
  • Seu quarto pode ser úmido, sendo mais propenso a ter mofo. Você pode estar em um risco maior se um banheiro for ligado ao seu quarto. Um banheiro é uma área comum para o mofo.
  • Se você usa um produto de cuidado corporal ou fragrância em seu quarto, este pode desencadear a sua asma.

Para evitar esses alérgenos no seu quarto:

  • Limpe o seu quarto regularmente.
  • Mantenha os animais de estimação fora do seu quarto.
  • Aspire o seu carpete ou tapetes, bem como o seu colchão.
  • Cubra o seu colchão e travesseiros em capas de ácaros.
  • Lave a roupa de cama em água morna ou quente para matar ácaros.
  • Limpe as áreas úmidas regularmente e abra as janelas se o seu quarto estiver excessivamente úmido.
  • Considere substituir acessórios, itens e até paredes se estiverem mofados.
  • Evite usar produtos para cuidados com o corpo, velas e produtos de limpeza doméstica com fragrâncias.
  • Limpe ou substitua os filtros em seus dispositivos de aquecimento e resfriamento, aspirador de pó e quaisquer outros aparelhos que possuam um filtro.

 

4) Pratique bons hábitos de sono

  • Desligue os dispositivos de tela (como o celular) antes de dormir.
  • Vá para a cama na mesma hora todas as noites.
  • Faça atividades relaxantes, como ler, antes de desligar as luzes.

5) Tente usar um ou dois travesseiros extras

Talvez você consiga evitar uma redução do fluxo de ar durante o sono ao usar um ou dois travesseiros extra. Os travesseiros extras erguerão a metade de cima do seu corpo, tornando a respiração mais fácil.

6) Mantenha uma temperatura ideal para o sono

Certifique-se de que o seu quarto esteja com uma temperatura confortável e otimizada para o sono. Um quarto muito quente pode causar inquietação, e um quarto com o ar condicionado muito gelado ou com uma temperatura natural muito fria pode desencadear a sua asma. A temperatura otimizada para o sono está entre 16 a 19 graus celsius.

7) Faça exercícios

Mover o seu corpo ao longo do dia pode ajudá-lo a ter uma melhor noite de sono. Contudo, faça exercícios que não provoquem os seus sintomas de asma! Tente fazer exercícios de baixo impacto, como a natação, ciclismo ou yoga.

8) Evite o estresse

Será difícil dormir se você estiver estressado e tiver milhares de pensamentos na cabeça à noite. Tente participar de atividades que reduzam o estresse, como yoga ou meditação, durante o dia. Além disso, evite ir para a cama com raiva ou triste.

9) Mantenha o seu quarto escuro

Certifique-se de que seu quarto esteja escuro suficiente para dormir. Talvez você precise de cortinas ou blackouts para impedir que a luz atravesse as janelas. Evite usar luzes noturnas.

10) Leve água para a cama

Beber água antes de dormir pode aliviar os sintomas, por exemplo, garganta seca, que pode levar à tosse. Evite beber muita água antes da hora de dormir; assim, você não precisará levantar no meio da noite para ir ao banheiro.

Fonte: Health Line

Não tem Plano de Saúde? Conheça agora o Cartão Doutor Já!

 

F