Chikungunya: sintomas e tratamentos

Doutor Já Redação

O que é chikunya?

O vírus Chikungunya é transmitido às pessoas pela picada de um mosquito infectado. Os sintomas mais comuns da infecção são febre e dor nas articulações. Outros sintomas podem incluir dor de cabeça, dor muscular, inchaço das articulações ou erupção cutânea.

Não há vacina para prevenir ou medicamento para tratar a infecção pelo vírus chikungunya. A forma mais apropriada de se proteger é evitando picadas de mosquito. Use repelente de insetos, e fique em locais que usem telas de janelas e portas.

O começo

Em 2010, quando o primeiro caso foi descoberto em São Paulo, o brasileiro foi apresentado a mais uma doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti: a chikungunya. As dores intensas nas articulações faz com que os infectados tenham dificuldade em fazer atividades simples como se pentear, teclar, escovar os dentes ou até levantar da cama.

Foi em 2016 que a chicungunya se tornou mais popular, quando a epidemia durante os primeiros meses do ano teve 850% de aumento em relação a 2015, chegando a matar 138 pessoas. Os mais de 250 mil casos da época chegaram a superar os de zika.

 

Quais são os sintomas da chikungunya?

Os sintomas geralmente começam 3 a 7 dias depois da picada. Os sintomas mais comuns são:

  • febre e dor nas articulações;
  • Dor de cabeça e muscular;
  • Inchaço das articulações
  • Erupção cutânea.

A doença Chikungunya não costuma matar, mas os sintomas podem ser graves. Em algumas pessoas, a dor nas articulações pode persistir por meses.

 

Pessoas em risco

Pessoas em risco de doença mais grave incluem:

  • Recém-nascidos infectados na época do nascimento,
  • Idosos com mais de 65 anos;
  • Pessoas com condições médicas como pressão alta, diabetes ou doença cardíaca.

Se você já foi infectado pela chikungunya, é provável que não pegue mais de uma vez. 

Pode piorar

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) divulgou a pesquisa “Complicações vasculares na febre Chikungunya”, indicando que a doença é capaz de provocar outros problemas vasculares. Um deles é o inchaço, chamados de linfedemas. Ao incharem devido ao ataque do vírus, os vasos não deixam os líquidos circularem ou serem absorvidos normalmente pelo corpo.

 

Diagnóstico

Os sintomas da chikungunya são semelhantes aos da dengue e do zika, doenças transmitidas pelos mesmos mosquitos transmissores da chikungunya.

Consulte um médico se você desenvolver os sintomas descritos acima e tiver visitado uma área onde o chikungunya é encontrado. Se você viajou recentemente, informe o médico quando e para onde viajou. Seu médico pode solicitar exames de sangue para procurar chikungunya ou outros vírus semelhantes, como dengue e zika.

 

Como melhorar?

Como a chikungunya ainda não tem cura, o jeito é focar no alívio dos sintomas. A fisioterapeuta Marta Santana costuma atender pessoas que a procuram para tentar aliviar os reflexos da doença, fazendo sessões de massoterapia. Além das sessões, Marta também indica que a pessoa que sofre do mesmo mal realize alongamentos diários. Para melhorar as dores, você pode:

  • Fazer alongamentos diários. Eles podem ser leves e realizados sem pressa, durante a manhã, logo ao acordar, esticando os braços e as pernas até o limite da pessoa.
  • Drenagem linfática
  • Uso de meias de compressão também tem surgido como um tratamento de alívio para o pós-doença.
  • Em casos mais extremos, é necessário também fazer o uso de medicamentos.

Se precisar de consultas com Clínico geral, conte com a gente! 

 

Fonte: CDC gov

F